Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O que voce pode fazer pelos animais

Sabado foi um dia muito especial porem teve um porem, levei uma amiga e sua filha para adotar um caozinho em um abrigo, foi toda a trupe, maridovisk e filhota gente também, chegando lá passamos pela habitual sabatina, quais suas intenções, quais suas condições, etc e tal.
Durante esse tempo havia uma mulher com uma caixa e dentro quatro bebes gatinhos, algum tempo depois quando o responsável do abrigo procurava alguém que podesse nos acompanhar dentro do abrigo um homem entrou gritando, dizendo que tudo aquilo era uma grande falsidade e que o abrigo só se interessava por nosso dinheiro, depois de mais alguns gritos e palavrões ele foi embora, o responsável do abrigo se limitou a balançar a cabeça.
O que aconteceu foi que aquela mulher (provável esposa do senhor alterado), havia encontrado pela manhã os bebes e alguém lhe disse que aquele abrigo era mantido pelo governo e que tinha a obrigação de aceita-los, como qualquer abrigo aquele estava super lotado mas os atendentes não se negaram a dar-lhes remédio anti-pulga e leite especial, alem de ensinar a mulher como cuidar dos bebes, mas realmente não podiam aceita-los.
Depois do acontecido discuti com o meu marido sobre responsabilidade de se retirar um animal da rua, afinal muitas pessoas acham bonito resgata-los mas sempre transferem a responsabilidade para outro.
O responsável do abrigo pediu desculpas as pessoas que aguardavam na sala de espera, mas disse que isso é comum, para muita gente salvar um animal e o mesmo que coloca-lo num abrigo.
Uma pena

10 comentários:

Carol Liôa disse...

tem toda razão! ser um protetor não é transferir a responsabilidade para outros!
Infelizmente esse mundo é assim, minha mãe sempre dizia q ia levar meus gatinhos (q era muitos¬¬) para abrigos, aquilo me dava uma raiva! se agente pode cuidar, pq ñ deixar os gatinhos q vivem na rua sofrendo ter um lar no abrigo?

Flávia disse...

É verdade. Muita gente acha que é simplesmente resgatar e passar a responsabilidade. Não é assim, ne´?

Gisa disse...

Eu sou até suspeita para falar, quase todos meus resgatinhos estão aqui em casa mesmo e são filhos muito amados; os outros eu consegui doar (quase todos para gente da minha família). Existe uma protetora da minha cidade que está com cerca de 60 gatos em casa; as pessoas sabem de seu amor e deixam na porta da casa os bichinhos. Beijos

olho de bicho disse...

Que bom Gisa que voce compartilha da minha opnião, não que a pessoa estivesse errada em tentar ajudar os gatinhos e devesse abandona-los mas que ela enchergasse como funciona todo esse mundo de protetores que tanto sofre por pequenas vitorias.
Bjs

olho de bicho disse...

Também já passei por isso Liôa, em casa bicho resgatado era o que não faltava, de vez em quando batia o desespero nos meus pais e ai vinha a tentação de leva-los para outro local, ufa! Ainda bem que essa época já passou.

olho de bicho disse...

Oi Flávia prazer em conhece-la, e que bom poder contar com mais alguem com a mesma opnião que a minha.
Volte sempre que quiser.
Bjs

Gata Lili disse...

Queria que você fosse lá no meu blog hoje para votar em mim, pode ser?

Cães e Focinhos disse...

eu qdo pego os bichinhos de rua estao num estado deploravel,cuido,sem pedir nada a ninguem ,dou amor,comida remedios e qdo estao em fase de doaçao converso com varias pessoas e tbem com casas veterinarias que me ajudam a doa-los pois essa a fase mais dificil,me desfazer deles,mas a gente nao consegue ficar com todos

Gata Lili disse...

aparece cada um nesse mundo, né? muito obrigatinha pelos votos! valeu mesmo... miaaauuu...

Cães e Focinhos disse...

oi amiga que bom que vc passou no meu blog so esta faltando me seguir,eu e meus amores estamos te esperando beijao fica com deus