Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O que voce pode fazer pelos animais

Sabado foi um dia muito especial porem teve um porem, levei uma amiga e sua filha para adotar um caozinho em um abrigo, foi toda a trupe, maridovisk e filhota gente também, chegando lá passamos pela habitual sabatina, quais suas intenções, quais suas condições, etc e tal.
Durante esse tempo havia uma mulher com uma caixa e dentro quatro bebes gatinhos, algum tempo depois quando o responsável do abrigo procurava alguém que podesse nos acompanhar dentro do abrigo um homem entrou gritando, dizendo que tudo aquilo era uma grande falsidade e que o abrigo só se interessava por nosso dinheiro, depois de mais alguns gritos e palavrões ele foi embora, o responsável do abrigo se limitou a balançar a cabeça.
O que aconteceu foi que aquela mulher (provável esposa do senhor alterado), havia encontrado pela manhã os bebes e alguém lhe disse que aquele abrigo era mantido pelo governo e que tinha a obrigação de aceita-los, como qualquer abrigo aquele estava super lotado mas os atendentes não se negaram a dar-lhes remédio anti-pulga e leite especial, alem de ensinar a mulher como cuidar dos bebes, mas realmente não podiam aceita-los.
Depois do acontecido discuti com o meu marido sobre responsabilidade de se retirar um animal da rua, afinal muitas pessoas acham bonito resgata-los mas sempre transferem a responsabilidade para outro.
O responsável do abrigo pediu desculpas as pessoas que aguardavam na sala de espera, mas disse que isso é comum, para muita gente salvar um animal e o mesmo que coloca-lo num abrigo.
Uma pena

Só na correria


De novo na correria, fica difícil escrever assim mais guardei um minutinho para agradecer o selinho que eu ganhei.
Esse selinho tem a ver com a volta do blog catish blogatos.
Que bom que esse blog voltou eu não o conhecia mas com certeza ia perder muito sem nem mesmo saber, então ofereço o selinho para os blogs amigos:
Gata Lili
Felinidades Caninas
Aqui só entram gatos
Com sal e açúcar
Vida canina e historias de vidas...
Black cat
Meu bixano

Como ando lerdinha para escrever é provável que muitos já tenham recebido o selinho de outro blog, mesmo assim...

Bjs

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Panda


Continuando com as apresentações...

... fazia um ano aproximadamente que a Pagú tinha virado estrelinha quando um cão peludo e parecido com a Biba apareceu na rua da casa onde eu morava anteriormente, ele foi ficando e algumas pessoas começaram a lhe dar comida e agua mas o pobrezinho continuava abandonado, a situação permaneceu assim por algum tempo, neste período tentava a todo custo convencer meu marido a adotá-lo, tudo em vão, um belo dia o filho da vizinha resolveu adotá-lo, ele tinha um filhinho de uns 3 anos que sempre dizia que o cachorro era um urso panda, e naquele dia lá se foi o urso Panda morar com o seu novo dono contudo não foi embora sem que antes a minha filha profetizasse:

─ Esse cachorro ainda será meu.

Fiquei indignada, com tanto cachorro no mundo sem dono, a minha filha ainda desejava um cão que já havia sido adotado.

Continuei tentando convencer meu maridovisk a adotar outro cão mas até eu ainda sentia a falta da Pagú e culpada por trazer outro cão como se isso fosse trai-la.

Passaram-se aproximadamente 6 meses e então o Panda começou a aparecer novamente na rua principalmente pelas manhas, a vizinha nos contou que seu filho cansado de tanto trabalhar e fazer faculdade tinha tempo apenas para o seu filhinho e por isso soltava o cão a noite para que ele mesmo gastasse suas energias, não tive duvidas e naquele momento perguntei:

─ Por acaso ele tem a intenção de doar o Panda ? Se tiver eu quero.

Na semana seguinte o Panda já estava em casa, e o maridovisk super de acordo, aliás, hoje em dia ele diz que o Panda é dele.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

O ser humano se supera cada vez mais


Gata é encontrada enrolada em fita adesiva em Praça na Filadélfia (EUA)
23 de setembro de 2009
Uma gata foi encontrada na tarde desta terça-feira (22) enrolada em fita adesiva, das patas ao pescoço, em uma praça na Filadélfia, nos Estados Unidos.

Gata foi encontrada coberta de fita, das patas ao pescoço. (Foto: Divulgação/Pennsylvania Society for the Prevention of Cruelty to Animals)
Levado à sociedade protetora dos animais do estado da Pensilvânia, o animal teve a fita retirada do pelo e passa bem. Agora, a entidade tenta descobrir quem teria feito a crueldade com o bicho.

Fita foi retirada do pelo do animal com sucesso. (Foto: Reprodução/Fox)
Panfletos foram distribuídos na região onde a gata foi encontrada, e uma recompensa de US$ 1 mil (cerca de R$ 1,8 mil) foi oferecida a quem tiver informações sobre o caso.
Em entrevista ao canal de televisão Fox, George Bengal, da sociedade protetora dos animais, disse estar chocado com o episódio. “Eu não consigo imaginar alguém fazendo isso com a gata. E ela é uma gata muito dócil”, declarou. O bicho foi colocado para adoção.
Fonte ANDA - Agência de noticia dos direitos dos animais.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Parabéns !!!!!!!!


Ganhei este selinho da Liôa, ela já tem 50 seguidores, sei que parece cartão de aniversário mas ....
Parabéns !!!!!!
É muito legal ter seguidores e não é tão fácil assim manter um blog, que bom fazer parte disso.
(espero ganhar mais selinhos).
Beijinhos, até mais.

domingo, 20 de setembro de 2009

Postagem em atraso

Primeiramente quero pedir desculpas por não ter postado os selinhos com as respectivas postagens mas se não se importarem, ai vai. Logo que vi o selinho dos biscoitos lembrei da Pagú, cachorro que rouba carne e mais do que comum, mas a minha Paguzinha dava tudo por um mamão e não foi rara as vezes em que eles sumiram da nossa fruteira, em outras vezes quando cortava um papaya e ela estava do lado de fora da cozinha pulava igual um canguru até ganhar um pedaço(Ai Ai Que saudades).

E por falar de coisas boas que me fazem bem ai vão as cinco
Andar com cachorro
Acordar com ronron de gatinho
Passear com a filhota gente
Tomar cervejinha com o maridovisk
Ouvir musica

Os cinco blogs que me fazem feliz são
Miados mil
Aqui so entram gatos
Meu bixano
Felinidades caninas
Lili gata

Uma sexta coisa que me faz feliz, o sudoku já era!

sábado, 12 de setembro de 2009

Um video para se refletir

video

Para descontrair fui passear e encontrei esse video na ANDA.

É lindo

Que chiquê







Mal cheguei por aqui e já ganhei selinhos, fiquei emocionada, mas ainda não da para repassar para outros blogs e nem para contar estorias ( e olha que tem bastante) porque o sudoko continua tirando a minha vontade de viver e é para entregar na segunda!!!!!!!!!!!!
2 segundos de pausa para a terapia do grito.
Felina e Liôa obrigadinha pelos selinhos, ADOREI!!!!!!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Alguem sabe programar um Sudoko?

Tive a infeliz ideia de fazer informática na Faculdade, mas eu gosto mesmo é de bicho, então passei o feriado tentando programar um Sudoko para a aula de lp1 e não consegui, a Diná e a Madame, me olham com aquela cara de quem quer saber o que eu tanto faço aqui, de vez em quando pulam em cima da mesinha e tentam esconder o monitor, já o Panda e a Biba ficam lá em baixo esperando que eu tenha um neurose, decida que não sei nadaaaaaaaaaaaa a( a Madame pulou na frente do monitor) e os leve para passear como eu acabei de fazer, e de quebra levei a minha filha gente que também fica chateada só de ver passar o dia em frente o computador

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Biba


Resolvemos ter um novo cão após passar o fim de semana em uma chacara e ver nossa filha passar todo o tempo atrás da poodle toy da minha cunhada.
Como a minha Paguzinha havia crescido mais do que o meu marido considerava como o tamanho ideal de um cão, logo começamos a procurar um novo "cãopanheiro" para a Pagú e para minha filha.
Encontrei um anúncio de doação de uma cadela mestiça shi-tzu, depois de uma semana de conversação marcamos tudo, iríamos adota-lá.
Mas a lei de Murphy, a tal lei de Murphy...
Um dia antes de buscarmos a cadelinha, o carro da empresa foi solicitado para aquele final de semana, e quando fui explicar para a protetora, ela achou que era uma forma de desistência e disse:
─É melhor assim, e inclusive já existe outra família interessada nela.
Fiquei paralisada, não consegui dizer que eu não estava desistindo.
Fiquei desolada.
Não sou a favor de comprar animais mas depois de me ver tão triste meu marido resolveu me comprar um e eu aceitei.
Procuramos em vão todos os cães que achamos de raça pequena já estavam reservados e os grandes não cabiam no nosso quintal ou no bolso.
Mas a noite o telefone tocou, era a protetora muito triste. A família que tinha adotado Penélope, a cadelinha, havia devolvido-a depois de leva-la ao veterinário porque este disse que ela era muito grande para ser uma mestiça de shi-tzu.
Dessa vez o destino conspirou a favor, o carro foi devolvido antes do combinado e no dia seguinte a cadelinha já estava em casa, mas agora chamava-se Biba, homenagem ao personagem preferido da minha filha do Castelo-Rá-Tim-Bum